CEO deixa cargo após filha listar momentos que ele perdeu

Mohamed El-Erian abriu mão de ser presidente da Pimco depois de ser alertado pela filha pequena de que estava trabalhando demais e participava pouco de sua vida.

Clique aqui para ler a matéria na íntegra

Eu me preparei para ser pai. Foram longos dois anos tentando engravidar (minha esposa e eu) pois sonhávamos com um filho. Estive presente em todos os exames, visitas médicas, preparação do quartinho, compra de roupas, acessórios e tudo o que você possa imaginar que uma criança precisa.

Quando minha filha Mirela nasceu eu PEDI MINHAS FÉRIAS pois queria estar presente nesse momento tão importante de nossas vidas. Os primeiros banhos da Mirela eu que dei até minha esposa ganhar confiança e participar também.

MUDEI DE TABALHO. Saí de uma empresa onde trabalhava há 08 anos pois havia expediente também aos sábados. Na nova empresa aceitaram a minha condição de repor meus horários durante a semana. Meu objetivo era ter mais tempo com a pequena.

Mesmo assim, ainda queria mais tempo. VENDI MEU CARRO e comprei uma moto. Como o novo emprego era mais longe perdia muito tempo no trânsito na volta para casa. Com a moto, as duas horas perdidas no trânsito se resumiram em 20 minutos.

Quando Mirela começou a estudar, novamente PEDI MINHAS FÉRIAS na empresa, também queria estar presente nesse momento. Os primeiros 3 dias foram bem legais, papai e mamãe participando da vida escolar da Mirela mas, ao se despedir da pequena a minha esposa (em fase de depressão) chorava e se emocionava muito refletindo também na Mirela o mesmo sentimento de choro e insegurança. Decidimos que eu faria o processo de ADAPTAÇÃO ESCOLAR da Mirela, levando-a na escola, participando inicialmente da primeira hora de atividades junto com ela, me despedir e ficar do lado de fora da escola – caso fosse necessário a minha presença novamente.

Em todos os eventos da escola faço de tudo para ESTAR PRESENTE, não perco nenhum e adoro participar e vivenciar com minha filha, tudo de bom e DESCOBERTAS em sua vida.


QUAL É O PAPEL DE UM PAI?

Além de dividir ATIVIDADES e RESPONSABILIDADES com a esposa, na minha opinião, é ESTAR PRESENTE (sempre que possível) na vida do seu filho. Seja em casa brincando, assistindo um filme, lendo um livro, fazendo uma tarefa, levando-o numa pracinha, orientando, ensinando, corrigindo, observando… para que ele seja um cidadão do bem, de caráter. Além de pai, busco ser também o melhor amigo, alguém que ela possa confiar e dividir todas as suas dúvidas e inseguranças.

Quando leio uma notícia dessa, de uma pai que mudou de emprego, horário ou cargo para ter mais tempo com seu filho, com sua família, eu passo a admirá-lo pela ATITUDE e CORAGEM, porque ele fez esta MUDANÇA a tempo.

O pai que não percebe as MUDANÇAS e TRANSFORMAÇÕES que um filho causa em sua vida vai sofrer as CONSEQUÊNCIAS lá na frente. Adaptar-se é preciso, participar é necessário e não há dinheiro e nem status no mundo que vai fazer o tempo voltar atrás.

Faça suas escolhas em tempo, antes que seja tarde demais.

Posts relacionados

Comente aqui!

Loading Facebook Comments ...

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*